Metas

FAÇA PARTE DESSA CONSTRUÇÃO!

Lutamos para que as empresas enquadradas no simples possam sair da tabela V e ir para a tabela III, tabela que não depende do  fator folha e a alíquota é única sendo realmente simples.

Estamos estudando e articulando estratégias para o enquadramento fiscal  para fins da saúde, reduzindo os impostos diretos de 17% para 8% em média, gerando mais economia para o segmento.

Lutamos para que as empresas enquadradas no lucro presumida sejam isentas dos 20% do INSS patronal, ou pelo menos do pagamento de 8% para outras entidades.

Chega de pagar o ECAD vamos juntos propor um projeto de lei para exclusão do pagamento do ECAD, ou negociação de parâmetros mais claros e acessíveis.

Lutamos para que haja exclusão do pagamento por parte das academias para o CREF.

ASSOCIE-SE E FAÇA A DIFERENÇA!